labirintite em idosos
Publicado em 07 de julho de 2021

Descubra os riscos e como identificar a labirintite em idosos!

Conhece a labirintite? Essa é uma doença que pode gerar sintomas perigosos à saúde dos idosos, como a perda de equilíbrio. Por isso, descobrir o problema cedo e tratá-lo é essencial. Afinal, queremos que aquelas pessoas amadas estejam sempre bem, não é verdade? Neste artigo, nós contamos quais são os sinais e riscos da labirintite em idosos. Confira!

O que é preciso saber sobre a labirintite?

Antes de saber os riscos e como identificar a labirintite em idosos, é necessário entender o que é essa doença. A labirintite é uma condição desencadeada pela inflamação ou infecção do labirinto e pode comprometer as estruturas responsáveis pela audição e equilíbrio. Geralmente, o primeiro sinal é a tontura, porém existem outros sintomas comuns da doença.

Seu surgimento pode ter diferentes causas, como:

  • gripes e resfriados;
  • alergias;
  • doenças como hipertensão, colesterol alto e diabetes;
  • uso de medicamentos que podem afetar o ouvido;
  • traumatismo craniano e outras lesões na área;
  • doenças neurológicas;
  • consumo excessivo de bebidas alcoólicas, café ou cigarro;
  • AVC;
  • envelhecimento.

Como saber se o idoso tem labirintite?

Apesar do último item expresso acima, qualquer faixa etária pode ser atingida pela doença. Porém, são os idosos que sofrem com sintomas e riscos mais fortes, como tontura. Por isso, é importante preocupar-se em identificar o problema o quanto antes. Assim, evita-se contratempos e perigos à saúde do idoso. Confira os sinais comuns de labirintite em idosos abaixo!

Sintomas da labirintite

Quais são os riscos da labirintite em idosos?

Além dos sintomas, a labirintite em idosos pode gerar consequências ainda mais graves. Isso porque o desequilíbrio e a falta de estabilidade, por exemplo, podem levar o indivíduo à queda. Por sua vez, o tombo pode ocasionar a fratura de ossos importantes. Afinal, ao envelhecer a estrutura óssea do ser humano tende a enfraquecer.

Outro risco da labirintite em idosos é ocasionado por conta da causa da doença. Isso se deve ao fato de que algumas vezes ela é causada por inflamações ou infecções, como já visto neste artigo. Dessa forma, é importante que a labirintite seja descoberta cedo, para que assim possa-se tratar a causa da doença.

A mesma coisa ocorre quando fala-se de AVC ou pressão alta, que podem ocasionar a labirintite e devem ser diagnosticados o quanto antes.

Quais são os cuidados para evitar a labirintite?

Existem alguns cuidados e precauções que podem prevenir a ocorrência de labirintite em idosos. Entre eles, evitar certos hábitos é recomendado. Veja quais são:

  • alcoolismo;
  • tabagismo;
  • embutidos com excesso de sódio;
  • consumo elevado de alimentos com açúcar e farinha branca;
  • evitar a ingestão exagerada de bebidas estimulantes, como café.

Outras maneiras de evitar a labirintite na terceira idade é praticar atividades físicas e adotar uma alimentação saudável. Contratar um cuidador de idosos é outra ótima forma de remediar. A partir de conselhos e direcionamentos, o profissional poderá estimular a adoção desses novos hábitos pelo idoso.

Contrate uma agência de cuidadores!

A Equipe Esperança e Vida é a agência mais antiga na atividade de cooperativa de cuidadores de idosos no RJ.

Possuímos quase 30 anos de experiência. Pensa em contratar home care? Converse com a nossa equipe! Contamos com profissionais qualificados, além de atendimento personalizado e humanizado. Entre em contato conosco e tire suas dúvidas!

Gostou deste artigo? Veja algumas sugestões de conteúdos relacionados: