Vemos uma pessoa com demência na terceira idade montando um quebra-cabeças.
Publicado em 29 de março de 2022

Demência na terceira idade: o que é, tipos e como cuidar

Já ouviu que demência na terceira idade é algo comum? Pois é, assim como a diabetes, hipertensão e a catarata, essa é uma questão que pode surgir com o ganho da idade. Trata-se da manifestação geral de algumas doenças neurodegenerativas, que afetam a qualidade de vida do idoso.

Quer entender melhor o que é a demência na terceira idade? Neste artigo, a Equipe Esperança e Vida explica do que se trata, seus tipos e como cuidar de um paciente com o problema. Confira abaixo!

O que é demência na terceira idade?

Resumidamente, como dito acima, a demência é uma síndrome que consiste em um conjunto de doenças neuropsíquicas. Dizemos que alguém está demente quando detectamos uma maior deterioração da função cognitiva, ou seja, de forma mais intensa se comparada ao envelhecimento normal. Geralmente, vem acompanhada do descontrole emocional e falta de motivação, bem como perda de:

  • memória;
  • capacidade intelectual;
  • raciocínio;
  • competências sociais.

Podemos ver pessoas desorientadas e emocionalmente frágeis diagnosticadas com demência. Isso ainda é mais recorrente entre idosos, pois é quando as células do corpo começam a se deteriorar de forma mais intensa. Segundo a OPAS, a tendência é que o número de pessoas afetadas triplicará nos próximos 30 anos.

Sintomas

Entre os principais sintomas da demência na terceira idade, podemos citar:

  • apatia;
  • ansiedade;
  • depressão;
  • desorientação espacial;
  • dificuldade de equilíbrio;
  • dificuldade de deglutição;
  • incontinência fecal e urinária;
  • mau-humor e descontentamento geral;
  • dificuldade para coordenar movimentos musculares, entre outros.

Causas

Por sua vez, as causas da demência são variadas. Podem ser relacionadas a desequilíbrios metabólicos, por exemplo. Como ocorre em alguns casos, como o de Alzheimer. Nele, há um acúmulo de duas proteínas no cérebro, que geram a desregulação dos sistemas cognitivos e motores. Em outros casos, ainda existem os fatores genéticos, que influenciam no desenvolvimento de quadros demenciais.

Medidas como exercitar o cérebro e o corpo, bem como fazer visitas regulares ao médico, ajudam a detectar e retardar a evolução dessas questões.

Tipos de demência na terceira idade

Agora, você já sabe melhor o que é a demência na terceira idade. Como dito anteriormente, consiste em um conjunto de outras doenças que causam esse quadro. Entre os principais tipos demência que afetam pessoas idosas, podemos citar:

  • Doença de Alzheimer;
  • Demência Vascular;
  • Demência por Corpos de Lewy;
  • Doença de Parkinson;
  • Demência Frontotemporal;
  • Demência de Huntington;
  • Demência de Creutzfeldt-Jakob.

4 dicas para cuidar de idosos com demência

1- Aprimore sua comunicação

Uma das primeiras ações a serem tomadas quando se está cuidando ou convivendo com pessoas dementes é mudar a forma de se comunicar. Aprimore-a! Afinal, com a dificuldade intelectual e cognitiva, a pessoa incapacitada pode ter problemas para compreender. Por isso:

  • use palavras simples e sentenças curtas;
  • utilize um tom calmo e gentil;
  • diminua as distrações e barulhos, pois ajuda a pessoa a focar no que você está falando;
  • faça contato visual e chame a pessoa pelo nome;
  • forneça tempo suficiente para o raciocínio de uma resposta.

2- Estabeleça rotinas

Um paciente com demência na terceira idade pode se sentir inseguro e desnorteado. Mudanças podem fazer com que ele fique confuso, por exemplo. Por conta disso, é importante estabelecer e seguir uma rotina. Isso ajuda a criar e conferir uma estabilidade a ele. Atividades como banho e alimentação podem ser realizadas no mesmo horário, por exemplo. A organização das roupas no armário também pode se manter padronizada para ajudar.

3- Tenha atenção com sua segurança

Por conta da degradação de alguns sistemas, a depender do tipo de demência enfrentada pelo paciente, a segurança pode ser uma questão. Somado à instabilidade física, pode ser necessário tomar precauções a fim de garantir o bem-estar do indivíduo.

Algumas dicas são:

  • retire tapetes e excesso de mobília da casa;
  • coloque piso antiderrapante e barras de segurança no banheiro;
  • objetos perigosos devem ser removidos ou guardados.

4- Estimule a independência

Como é sabido, o envelhecimento traz limitações. Com a demência, isso é agravado. O paciente pode se sentir, então, preso e sem autonomia. É interessante demonstrar que ele tem isso, para que permaneça motivado. Por isso, estimule-o a fazer sozinho as atividades que sejam da rotina, como se vestir, por exemplo. Monitore-o e, se for preciso, auxilie-o na tarefa. Ele se sentirá mais liberto e capaz!

Conte com a Equipe Esperança!

Este artigo te ajudou a entender o que é e como cuidar da demência na terceira idade? A Equipe Esperança e Vida é uma empresa de cuidador de idosos do RJ. Contamos com profissionais treinados, qualificados e atenciosos. Entre suas funções estão: ministrar medicamentos, auxiliar na higiene pessoal e alimentação, bem como outras. Nossa preocupação é garantir o bem-estar do mais velho. Conosco, você assegura a melhor assistência para seu parente.

Entre em contato e conte com o melhor trabalho de cuidador de idosos!